Saturday, 27 March 2010

"Quantas canções que você não cantava. Hoje assobia pra sobreviver?"

A LISTA
Oswaldo Montenegro




Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais...
Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...
Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?
Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber?
Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?
Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?

Friday, 26 March 2010

"Os opostos se distraem, mas os dispostos... Os dispostos se merecem."


Eu, que estou aqui a escrever em cima de uma reflexão tão sensata e bacana como esta, afirmo: Eu estou disposta!

Sim, os dispostos se merecem, pois, estão aí para serem amigos, para estreitar relações, para amar e ser amado, para dividir as alegrias, enxugar as lágrimas, lambuzar-se de doces, trocar confidências e experiências... Tocarem-se!

Os opostos apenas se esbarram por um breve momento, é quase um choque, já que são breves, tão breves que a única marca que deixam é sempre o oposto daquilo que desejamos.

Os dispostos entendem-se no sorriso, na troca de olhares, seus pensamentos os levam a mesma conclusão, são cúmplices, amigos... São dispostos um para o outro.

Os opostos são confusos, imaturos, perdem constantemente a oportunidade de ficar com uma pessoa bacana, não sabem o que querem, mas sabem exatamente que não estão preparados para serem dispostos e tão pouco se esforçam para serem dispostos.

Quantos são os dispostos? Muitos? Poucos? Quem sabe?!

Feliz de quem, estando disposto, encontra pelo seu caminho outro disposto também.



Glamour Tropical
Natiruts
Composição: Alexandre Carlo
Quero estar a todo instante
Em teu calor contagiante
Pé na areia, água-viva
Esse mar é energia

Coração fica gigante
Paisagem estonteante
Cheiro de flor, alegria
Mil sorrisos, pura vida

Pensamentos tão distantes
Lindos olhos de brilhante
Colorida luz do dia
Seja como for, seja aonde for
É tanta paz que dá vontade de cantar
É tanto amor que dá vontade de voar
É isso tudo que devemos preservar
Por favor faça agora, não é tempo de esperar...

Anda na pedra, corre pro oceano
Pérola do Sol, te amo
Anda na pedra, corre pro oceano
Pérola do Sol, te amo


Eu estou disposta! E já encontrei um disposto!

"É sentir amanhecer e perceber que não tenho mais tanto controle assim."



A primeira idéia que veio é de que vida é prazer! Então, pra me sentir viva era só seguir meus instintos e fazer valer meus desejos, nem que sejadeitar na cama com o ipod ouvindo as músicas que eu tanto gosto.
Tenho pequenos prazeres relacionados à vida nesta cidade que são inabaláveis. A poluição, o vento com fumaça dos carros batendo na cara quando ando na rua com minha família ou ouvir a musicalidade do paulista no trânsito.

Pensando um pouco mais, me dei conta de que não são só os momentos de prazer que me fazem sentir viva, mas também quando choro ou sofro. Foi então que percebi que me sentir viva é estar em contato. Seja com meu vazio, minha dor, prazer ou alegria.
É antes de tudo me sentir plugada comigo mesma. Me sentir pulsando de dentro pra fora e de fora pra dentro.

Respeitar a linguagem do coração. Cessar o esforço da lógica e da razão, de tentar me convencer que não estou sentindo aquilo que estou sentindo. Simplesmente fazer a cabeça repousar no coração.

Nem sempre é fácil, principalmente se o coração está cheio de dúvidas e escasso de felicidade. Olhar o escuro dentro de nós também é fazer contato, e esse é um contato que dói. Sentir dor também é estar vivo, né? Caso contrário, fica todo mundo com aquela cara de quem tomou Prozac pra sempre! E isso definitivamente não é a minha idéia de felicidade.

Pra me sentir viva ...

Preciso amar a Deus, me reapaixonar a cada dia pela minha família, pelo meu namorado, pelos meus amigos, pelas crianças, por idéias, por artistas.....
Sentar com uma amiga e falar besteira. Dar gargalhada!
Não ter vergonha de pagar mico e me expor com a liberdade de poder acordar sendo outra amanhã!

Sinto o sangue correndo nas veias numa discussão sobre sociologia na educação. Ter uma aula sobre Max Weber me faz entrar em êxtase. Trocar então com pessoas inquietas, é delírio puro! Chego a ter insônia, fico elétrica. É como uma febre, toma primeiro a cabeça e depois enche o coração. É uma injeção de Vida em forma de troca!

Me sinto viva ouvindo música, dançando, comendo uma pizza com a minha família, ou em contato direto com a natureza. Estar num lugar cercado por uma natureza abundante, seja mar, cachoeira ou montanha, daqueles que o silêncio ensurdece a gente, e só é quebrado pelo canto dos pássaros, sapos ou cigarras, é estar em contato direto com Deus. É vida na veia!

Me sinto viva na estrada. Em especial indo para Passos.
Me levando em direção a pessoa amada.

Me sinto viva escrevendo nesse blog e trocando com todo mundo que ousa ler.

E você? O que te faz sentir vivo? O que faz você sentir seu sangue correndo nas veias?




Quero Sempre Mais
Dance Of Days
Composição: Nene Altro
É sentir amanhecer
e perceber que não
tenho mais tanto controle assim.
E é por isso que não vou
perder mais tempo
com marcas nos braços.
Não, não vou...

Tenho tanto pra falar
mas nada aprendo se
só me ensinam palavras
e elas são tão secas.
Eu tenho tanto pra aprender,
tanta coisa pra viver
e me sinto preso aqui,
voando sem asas.

Estou sumindo de você
pra qualquer outro lugar.
Que hoje tudo que eu sei
não me diz mais nada.
Já tentei acreditar,
já tentei viver assim,
mas a noite me acorda
e me beija pra longe daqui

Sou alma, sou
sonho, sou
mais do que sei como explicar.
Sou grito, sou vivo,
tenho pouco tempo
e quero sempre mais.

Então se me jura amor,
não me prende assim que sou
tão intenso que não me vejo
correndo em círculos atrás
do que não acredito.
Então, se me jura amor, me deixa ir...

Quero sempre mais
Quero sempre mais
Tenho pouco tempo
e quero sempre mais.


Por isso hoje eu só quero me livrar de todos os questionamentos e
confusões e me deliciar da suave brisa que entra pela janela aberta me
fazendo sentir um arrepio, fazendo com que eu me sinta viva.

Thursday, 25 March 2010

Padre Fábio de Melo


Acabei de chegar em casa, tive duas provas hoje, acho que fui bem...

Acessei o youtube e por acaso encontrei um video de um programa do Pe. Fábio de Melo. Não sou católica, mas sou cristã e respeito todas as doutrinas. E gostei bastante dos conselhos desse padre. E não pude deixar de postar aqui.

Vou ficar atenta e assim que tiver uma missa do Pe. aqui em SP eu farei o possível para ir.





SER PESSOA: PROCESSO DE DEVOLUÇÃO

'O desafio de ser pessoa'. O termo 'pessoa' sempre foi muito usado, principalmente pelos gregos. 'Pessoa', no contexto grego, significa a máscara que o ator usava para interpretar no teatro.


Eu tenho que ser eu. Uma pessoa só pode ser pessoa, se ela é dona de si. Nós temos que tomar posse do que somos. Quantas coisas você possui e ainda não tomou posse? O amor é a capacidade de descobrir no outro o que ele ainda não viu que tem. É como se você tivesse uma grande propriedade e não tivesse a capacidade de andar por ela para demarcá-la, e não a conhece na totalidade. Mas aos poucos vai sendo dono daquilo que já é seu.


Ser pessoa é ser dono de você mesmo, e saber lidar com seu jeito de ser, de amar, de sentir, de pensar, de ter suas limitações e saber o que você pode. Quantas vezes você se dispôs a ser o que não era, dizendo 'sim' onde era para dizer 'não'? Você não teve consciência do que não podia. É o que Jesus sempre fez com as pessoas. Fazendo-as tomarem posse do próprio território, de si mesmas. 'Eu sou dono de mim, e não abro mão'.


Quem é o 'prefeito' de sua 'cidade'? Tenha coragem de dizer aos inimigos: 'Aqui nesta cidade tem prefeito (eu), e aqui não tem lugar para os bandidos. Eu não abro mão do meu território'. E é aqui que Deus trabalha em nós para celebrar a Eucaristia, é para Deus que nos entregamos de novo. Eu sou pessoa, e me recebo de Deus o tempo todo. E Ele diz: "Cuide do que você é. Você não tem o direito de deixar as pessoas lhe roubar". E tem pessoas que te 'devolvem'. A experiência com Deus sempre diz: "Eu lhe devolvo".


Não tenha preguiça de conhecer seu 'território' e saber quem você é realmente. O total desconhecimento de si, não pode acontecer. A pessoa que não é 'pessoa', não tem assunto e sabe tudo o que acontece na vida do outro, mas não sabe de si mesma.


As pessoas que vivem preocupadas com as novelas da vida, se desgastam com pessoas que nem conhecem. Não é fácil compreender o território humano. Se investigar e conhecer o 'porquê' de algumas reações, o 'porquê' aquela raiva foi tão grande naquela hora, o 'porquê' eu explodi com aquela pessoa... É descobrir o 'porque' do afeto que tenho dentro de mim. Você deixa de ser explosiva demais quando toma posse do que é. Tudo isso porque você está em processo de construção. Deveríamos estar com placas dizendo: 'Estamos em obra, cuidado!' É o seu processo de 'feitura' de ser pessoa.


'Não tenha preguiça de conhecer seu ‘território’ e saber quem você é realmente'


Enquanto você viver haverá partes deste 'território' para conhecer. Tantas coisas nos foram entregues, mas se elas não vêm à tona, e nem as investigarmos, tudo o que temos dentro de nós fica sem uso. Quanta coisa preciosa você tem dentro de você e não sabe por quê fica só na superficialidade do conhecimento de si? Quando é que você sabe que uma pessoa se ama? Você só sabe que ela se ama quando ela se cuida, quando tem disciplina.


Que você não morra com seus valores ‘engavetados’, pois Deus lhe dá talentos para que você os use, e não para deixar guardado.


'Eu sou um dom de Deus'. Todos os dias há alguma coisa para você ir atrás e descobrir. Você se recebe de Deus, Ele que me deu esta obra todos os dias. Temos que ser bom naquilo que a gente faz para nos colocarmos à serviço dos que necessitam. Uma pessoa só é pessoa quando se disponibiliza aos outros. Aquilo que recebo de Deus coloco à disposição dos outros. E nisso temos a integração de uma personalidade saudável.


Ser pessoa não é só contemplar o que sou e tenho de melhor, mas ser pessoa é descobrir e cultivar o que tenho de melhor para que outros sejam beneficiados. Como Jesus fazia o tempo todo em sua capacidade de se doar e ensinar, é preciso se doar também. É necessário tomar cuidado para outra pessoa não tomar posse do que você é, pois a partir daí você não terá mais domínio sobre o que é seu. Se não sou capaz de tomar conta de mim, perco meus talentos e não me possuo mais. Quantas vezes você foi machucado nesta vida e pessoas lhe roubaram? Quando não me possuo, tenho dificuldade de ser para o outro, e corro o risco de não ser o que devo ser.


Estabeleça o seu limite. Seja firme!

Pe. Fábio de Melo

O Pe. Fábio de Melo tem os seguintes livros publicados:

Gostei, boa indicação de leitura.

“Nothing is more noble, nothing more venerable than fidelity. Faithfulness and truth are the most sacred excellences and endowments of the human mind.”


      Depois de ler vários absurdos na internet, escutar (as vezes calada e perplexa) a propagação indiscriminada de teorias mirabolantes que visam justificar a infidelidade como comportamento aceitável e até mesmo saudável e importante em relacionamentos adultos, resolvi tecer algumas considerações pessoais sobre o tema.
      Mais estranho é como eu ainda consigo me estarrecer perante os absurdos cada vez mais constantes que tomam conta da nossa sociedade atualmente. Me entristece ainda saber como o capitalismo conseguiu mercantilizar o sexo e o amor a ponto de equipará-los a coisas extremamente banais como uma roupa ou um carro, ou outro objeto de consumo rápido e pronto. Nada mais atraente ao consumidor que a pseudo-liberdade de se relacionar com quantas pessoas lhe despertem o desejo, podendo assim se afirmar como um consumidor de alto nível, de várias posses.
      O homem que trai se sente capaz, dotado do poder de consumir quantas mulheres sejam necessárias a lhe alçar a condição de super-homem frente ao seu ciclo de amigos consumistas também. A mulher, iludida pela ideia de igualdade de direitos, acredita se afirmar com a mesma prática. Se sente mais desejada e mais liberada quando se atira a relacionamentos extra-conjugais. E traem-se uns aos outros, na reprodução indefinida do nada, da abstinência sentimental em troca do consumo efêmero, hedonista, imediato de outro nada, do sexo casual.
      Seria fácil definir a infidelidade como falha de caráter, pois o é! Mas vale fazer uma análise um pouco mais profunda, mesmo que ainda não muito. Evidentemente fidelidade e amor são coisas distintas, pois o vínculo de exclusividade não condiciona ao vínculo afetivo e vice-versa. De onde eu vejo, a questão passa pela total perda de respeito pelo outro, pelo individualismo exacerbado, pela concorrência selvagem, pela busca incessante de ser melhor que o outro, de encontrar a felicidade somente na competição. É a sociedade de valores novos, ou da ausência de valores, aonde a única regra é lucrar a qualquer custo, é ter vantagem sempre, é vencer...
      Não defendo de forma alguma a monogamia por ela mesma, afinal, nada se explica por si mesmo. O que defendo é a honestidade com quem se gosta, de respeitar a própria decisão de ser exclusivo. Ninguém se obriga a isso, é mero ato de vontade. Por isso, infidelidade não é ato de desamor, de forma alguma. É ato de desrespeito, de total desprezo pelo outro, de insegurança e impotência, daqueles que jamais se realizarão como pessoas porque jamais saberão o que é compartilhar, se doar, pelo simples fato de gostar, de respeitar, de admirar alguém.
      O melhor de tudo isso que a decisão pela fidelidade (que não deveria sequer ser uma decisão) é unilateral. Não depende do outro, é ato puramente pessoal de caráter. Não se é fiel esperando fidelidade, mas porque se julga certo, porque é traço de personalidade. É algo que não existe dentro da esfera vazia em que existe a nossa civilização. Só faz sentido para os que sabem que o mundo é um pouco mais que o consumo.



title post- Marcus Tullius Cicero(Itália, 03 de Janeiro de 106 a.C., 7 de Dezembro de 43 a.C.)

Antoine-Jean-Baptiste-Marie-Roger Foscolombe de Saint-Exupéry

Um escritor que eu realmente gosto e sinto prazer em ler os livros dele é o Saint-Exupèry(29/06/1900—31/07/1944), francês, que também foi piloto e ilustrador. Morreu aos 44 anos quando estava pilotando um avião sobre o Mar Mediterrâneo em uma missão de reconhecimento as cidades de Grenoble  e Annecy. 

Saint-Exupèry tem ao todo 14 obras, sendo que 7 são obras póstumas. Suas obras são inspiradas em sua experiência como piloto, com exceção do "O Pequeno Príncipe", sua obra mais importante, é um livro poético.

"O Pequeno Príncipe" foi publicado em 1943, foi traduzido em mais de 180 idiomas e vendeu mais de 80 milhões de cópias, tornando-se um dos livros mais vendidos do mundo. 

“A chief is a man who assumes responsibility. He says 'I was beaten,' he does not say 'My men were beaten'.”

“A single event can awaken within us a stranger totally unknown to us. To live is to be slowly born.”

“True love begins when nothing is looked for in return.”

“And now here is my secret, a very simple secret; it is only with the heart that one can see rightly, what is essential is invisible to the eye.”

“Each man must look to himself to teach him the meaning of life. It is not something discovered: it is something molded.”

“I have no right, by anything I do or say, to demean a human being in his own eyes. What matters is not what I think of him; it is what he thinks of himself. To undermine a man's self-respect is a sin.”

“It is only with the heart that one can see rightly; what is essential is invisible to the eye.”

“Life has meaning only if one barters it day by day for something other than itself.”

“Life has taught us that love does not consist in gazing at each other but in looking outward in the same direction.”

“Tell me who admires and loves you, and I will tell you who you are.”

“The machine does not isolate man from the great problems of nature but plunges him more deeply into them.”

“You become responsible, forever, for what you have tamed.”

“Whoever loves above all the approach of love will never know the joy of attaining it.”

“I love Freedom! So the things I love, I leave them free to turn because it was conquered, if not return was because they never had them.”

“Love does not cause suffering: what causes it is the sense of ownership, which is love's opposite.”

“For true love is inexhaustible; the more you give, the more you have. And if you go to draw at the true fountainhead, the more water you draw, the more abundant is its flow.”

“How could there be any question of acquiring or possessing, when the one thing needful for a man is to become -- to be at last, and to die in the fullness of his being.”

“What value has compassion
That does not take its object in its arms?”

Wednesday, 24 March 2010

"The voice inside my heart..."


To see you when I wake up is a gift
I did't think could be real
To know that you feel the same as I do

I see your picture

I smell your skin on the empty pillow next to mine

I know I`ll see you again

Either far or soon
But I need you to know
That I care

And I Miss You


"The greatest thing you'll ever learn is just to love and be loved in return."





Need a little lift?
Do you know Mary Ruffle?
She makes me crazy with her gorgeous eye.
She is my friend and I lerv her!



title post- Moulin Rouge 2001